Teste e Torta

Antes de partir para longe não tinha como deixar de testar se tudo estava ok.

Enchi as mochilas de peso e pedalei morro acima e morro abaixo para a festa de aniversário da minha querida dinda Kika que foi na casa da minha querida avó Inge.

Chegando lá eu ensinei como se faz a Torta de Ameixas para meu primo Erik.

 

 

 

Ele ficou super orgulhoso da Torta que ele mesmo fez, 🙂

Aí esta então mais uma super vantagem de uma receita que não vai no fogo: as crianças podem fazer sozinhas, 🙂

😀

Bamboo in to the beach!

Passei o mês de Janeiro fantasiando sobre um lugar para explorar durante o verão.

Descobri sobre o litoral da parte da Terra que chamamos de Bahia e agora que estou de volta irei escrever alguns relatos sobre as refeições, todas dentro da bela filosofia do veganismo crudívoro, as quais me deram energia de sobra para as aventuras e desafios.

Na minha fantasia eu imaginei pedalar somente pela praia por todo o trajeto e por isso modifiquei a bicicleta, trocando as peças mais sofisticadas por peças mais simples. Depois troquei os pneus de corrida por pneus bem largos.

Por sorte eu já tinha os pneus que eu precisava.

O pneu da frente e o garfo de um lado só me acompanharam na aventura pelo Perú, com outra bicicleta de bamboo que se chama Chevere.

 

Para evitar a fadiga eu fiz uma pausa e aproveitei que estava na oficina para abrir um Coco de uma maneira um tanto inusitada, 🙂

Troquei a coroa grande de aço por uma que eu fiz em fibra de carbono:


O quadro, banco, avanço, guidon e essa coroa que fiz em carbono eram as únicas peças que eu podia ter certeza que não iriam enferrujar com a maresia. A coroa também já tem alguns anos de idade e eu usava ela em outra bicicleta em competições de ciclismo e provas de longa distância.



O pneu de trás me acompanhou por toda a Carreteira Austral que percorri no verão de 2009.

 

Tudo pronto, só faltava testar o colchão inflável que iria me ajudar a atravessar os rios que encontram o mar. Posicionei os óculos de mergulho para a a bicicleta enxergar bem, além do indispensável snorquel para ela não se afogar e os pés de pato lá atrás para impulsionar o colchão através da água.

 

 

http://ecobamboobikes.blogspot.com/2009/04/carreteira-bamboo-recumbent-bike_28.html